Existem 3 tipos de pesquisa, nesta postagem irei te explicar com detalhes, cada uma delas. Qualquer dúvida deixe nos comentários, ao final desta postagem.

Classificação das pesquisas: quanto aos objetivos :

Pesquisa exploratória:

São pesquisas que visam aprimorar ideias, sobre algum assunto, objetivando criar maior familiaridade com o
problema. Na maioria das vezes, assumem a forma de pesquisa bibliográfica ou estudo de caso.

Pesquisa descritiva:

São pesquisas que visam descrever as características de determinada população ou fenômeno, ou descobrir a existência de associação entre variáveis.

Basicamente a pesquisa descritiva se propõe a estudar, registrar, analisar e interpretar um problema de pesquisa sem a interferência do investigador. Desta maneira, seu objetivo é identificar características e variáveis que se relacionam com o fenômeno que é objeto de estudo da pesquisa, buscando estabelecer as relações entre todos estes fatores.

Pesquisa explicativa:

São pesquisas que visam aprofundar o entendimento da realidade, explicando a razão das coisas. Nem sempre é possível aplicar esse tipo de pesquisa em ciências sociais por valer-se quase que exclusivamente do método experimental.

Classificação das pesquisas: quanto aos procedimentos técnicos utilizados :

Pesquisa bibliográfica:

As informações na pesquisa bibliográfica são obtidas por meio de fontes teóricas, ou seja, por meio de material publicado como livros, revistas e artigos científicos. Consiste na pesquisa fundamental à formação do estudante universitário. Todo estudante universitário deve ser iniciado nos métodos e técnicas da pesquisa bibliográfica. Geralmente, o local indicado para obtenção das informações é a biblioteca.

Pesquisa documental:

A pesquisa documental embora se assemelhe à pesquisa bibliográfica, diferencia-se, seja quanto: à natureza das fontes de pesquisa; ou quanto aos documentos que podem ser escritos ou não, ou ainda, que não receberam tratamento analítico.

Exemplo de uma pergunta de pesquisa: Como os PCNs tratam a questão do meio ambiente nos temas transversais?
Gil (2002, p.52) define as seguintes fases na pesquisa documental:

  • Estabelecimento de objetivos;
  • Elaboração do plano de trabalho;
  • Seleção e localização das fontes;
  • Obtenção do material;
  • Tratamento dos dados;
  • Confecção das fichas;
  • Redação do trabalho;

Pesquisa experimental:

São pesquisas que a partir de um determinado objeto de estudo, selecionam as variáveis capazes de influenciá-lo, definindo formas de controle e de observação dos efeitos que as variáveis provocam. Os teóricos das ciências sociais e humanas afirmam que os fenômenos sociais não são passíveis a esse tipo de condição.

Pesquisa ex post facto

São pesquisas que, à semelhança do que ocorre na pesquisa experimental, buscam estabelecer as relações entre as variáveis e suas consequências sobre o objeto de estudo. Nessa pesquisa, como o fenômeno já ocorreu, o pesquisador irá identificar situações que se desenvolveram naturalmente e trabalhar como se estivessem submetidas a controle.

Estudo de corte

São pesquisas muito utilizadas na área da saúde. referem-se a um grupo de pessoas que têm alguma característica comum, constituindo uma amostra a ser acompanhada por certo período de tempo, para se observar e analisar o que acontece com elas

Levantamento

São pesquisas cuja característica principal é a obtenção das informações consideradas relevantes pela interrogação direta das pessoas cujo comportamento se pretende conhecer. São muito úteis para o estudo de opiniões e atitudes, mas pouco indicados no estudo de problemas sociais complexos.

Estudo de campo

São pesquisas que focam em uma comunidade, sendo desenvolvidas por meio da observação direta das atividades do grupo estudado e realização de entrevistas com informantes.

Estudo de caso

São pesquisas que visam analisar exaustivamente uma situação, dentro do seu contexto real. O objetivo desse tipo de pesquisa é o detalhamento de um ou poucos objetos que tenham as mesmas características, com vistas a serem considerados como um caso. Nem sempre esses estudos são conclusivos. Uma das principais críticas em relação ao estudo de caso é a de que os resultados obtidos têm validade apenas para “o caso” e não podem ser generalizados.

Pesquisa-ação

São pesquisas que exigem o envolvimento do pesquisador e do grupo envolvido no problema investigado, com vistas à resolução de um problema coletivo. Esse tipo de pesquisa é objeto de muitas críticas, uma vez que afirma não ser possível a objetividade requerida aos estudos científicos, por causa do envolvimento do pesquisador como partícipe do processo.

Pesquisa participante

São pesquisas muito parecidas com a pesquisa-ação, tanto é que alguns autores utilizam os dois tipos com um único significado. Aqueles que estabelecem diferenças, o fazem baseado principalmente na afirmação de que a pesquisa participante tem um cunho transformador, envolvendo a distinção entre ciência popular e ciência dominante

Autor

Deixe um Comentário